Pages

LICENÇA

I- É terminantemente proibida a cópia total ou parcial das postagens neste blog.
II- Você pode citar trechos das postagens publicadas aqui desde que inclua um link de referencia ao blog "Enfermagem Continuada", dando os créditos de autoria a mim Enfª Ana Carolina Palmieri.
III- Lei 9610 - artigo 184 do Código Penal brasileiro.
Autora: Ana Carolina Palmieri (Enfermeira)

  • É um conjunto de ações que levam a determinado resultado. O processo de enfermagem é uma seqüência organizada de etapas, que visa à assistência ao ser humano.
  • E distinguem-se por seis fases ou passos, aonde o indivíduo, a comunidade e a família é o centro das ações.
Fases dos Processos de Enfermagem
  • Histórico de enfermagem (anamnese).
  • Diagnóstico de enfermagem.
  • Plano assistencial.
  • Prescrição de enfermagem (plano de cuidados).
  • Evolução de enfermagem.
  • Prognósticos de enfermagem.
Anamnese
  • É o roteiro sistematizado para levantamento de dados significativos para o (a) enfermeiro (a) do ser humano que tornam possível a identificação de seus problemas.
  • Mais o quê, seriam problemas de enfermagem? Problemas de enfermagem são sinais e sintomas ou até mesmo situações e condições decorrentes dos desequilíbrios das necessidades básicas do indivíduo, família e comunidade, e que exigem atuação do enfermeiro e de sua assistência profissional.
Diagnóstico de Enfermagem
  • É a identificação das necessidades básicas do ser humano (NHB) que precisam de atendimento e a determinação, pelo enfermeiro, do grau de dependência deste atendimento em natureza e extensão.
Dependência: total e parcial.
Total: atender a NHB quando cliente não tem condições de fazer por si, seja qual for à causa.
Parcial: a assistência de enfermagem pode situar-se em termos de ajuda, orientação, supervisão e encaminhamento.


Plano Assistencial
  • É a determinação global da assistência de enfermagem que o ser humano deve receber diante do diagnóstico estabelecido, examinando-se os problemas de enfermagem, as NHB afetadas e o grau de dependência.
Prescrição de Enfermagem
  • É roteiro diário que coordena a ação da equipe de enfermagem nos cuidados adequados ao atendimento das NHB e específicas do ser humano.
  • A prescrição de enfermagem deverá ter como base os cuidados prioritários, mesmo que estes não estejam escritos; poderá existir uma folha somente para a prescrição de enfermagem ou esta usará a própria folha de prescrição médica, desde que seja norma estabelecida pela instituição.
Evolução de Enfermagem
  • É o relato diário ou periódico das mudanças sucessivas que ocorrem no ser humano enquanto estiver sob assistência profissional.
  • A evolução é em síntese, uma avaliação global do plano de cuidados (prescrição de enfermagem).
Prognóstico de Enfermagem
  • É a estima da capacidade do ser humano em atender a suas NHB após a implementação do plano assistencial e à luz dos dados fornecida pela evolução de enfermagem.
  • O prognóstico indicará as condições que o cliente atingiu na alta. Ele chegou à total independência? Está dependente no que e quando?
  • Um bom prognóstico é aquele ao autocuidado, portanto, à independência de enfermagem; um prognóstico sombrio é aquele que se dirige para a dependência total.
  • O prognóstico é também um meio de avaliação do processo em si, mede todas as fases e chega a uma conclusão.
Necessidades Humanas Básicas (NHB)


  • O que são NHB? São estados de tesões, consciente ou inconsciente, resultantes dos desequilíbrios hemodinâmicos dos fenômenos vitais.
  • As necessidades são universais, portanto comuns a todos os seres humanos; o que varia de indivíduo para outro é a sua manifestação e a maneira de satisfazê-la ou atendê-la.
Inúmeros fatores interferem na manifestação e atendimento; entre eles podem-se citar:
  • Individualidade.
  • Idade.
  • Sexo.
  • Cultura.
  • Escolaridade.
  • Fatores sócio-econômicos.
  • Ciclo saúde-enfermidade.
  • Ambiente físico.
MASLOW baseia sua teoria sobre a motivação humana nas NHB. Estas foram por ele hierarquizadas em cinco níveis:
  • Necessidades fisiológicas.
  • De segurança.
  • De amor.
  • De estima.
  • De auto-realização.
MASLOW, também diz que um indivíduo só passa a procurar satisfazer as do nível seguinte após um mínimo de satisfação das anteriores.
Um conceito de MASLOW é de que nunca há satisfação completa ou permanente de uma necessidade, pois se houvesse, conforme a teoria estabelece, não haveria mais motivação individual.
Na enfermagem prefere-se utilizar a denominação de João Mohana, que são as NHB:
  • Psicobiológico.
  • Psicossocial.
  • Psicoespiritual.
As duas primeiras são comuns a todos os seres vivos nos diversos aspectos de sua complexidade orgânica, mas a terceira é característica única do homem.


Necessidades Psicobiológicas:
  • Oxigenação.
  • Hidratação.
  • Nutrição.
  • Eliminação.
  • Sono e repouso.
  • Exercício e atividade física.
  • Sexualidade.
  • Abrigo.
  • Mecânica corporal.
  • Motilidade.
  • Cuidado corporal.
  • Integridade cutâneo-mucosa.
  • Integridade física.
  • Regulação: térmica, hormonal, neurológica, hidrossalina, eletrolítica, imunológica, crescimento celular, vascular.
  • Locomoção.
  • Percepção: olfativa, visual, auditiva, tátil, gustativa, dolorosa.
  • Ambiente.
  • Terapêutica.
Necessidades Psicossociais:
  • Segurança.
  • Amor.
  • Liberdade.
  • Comunicação.
  • Criatividade.
  • Aprendizagem (educação à saúde).
  • Gregária.
  • Recreação.
  • Lazer.
  • Espaço.
  • Orientação no tempo e espaço.
  • Aceitação.
  • Auto-realização.
  • Auto-estima.
  • Participação.
  • Auto-imagem.
  • Atenção.
Necessidades Psicoespirituais:
  • Religiosa ou teológica.
  • Ética ou de filosofia de vida.
NBH

Todas as necessidades estão intimamente inter-relacionadas, uma vez que fazem parte de um todo, o ser humano. É fundamental que se integre o conceito holístico do homem, ele é um todo indivisível, não é soma de suas partes.

POSTAGENS POPULARES

TOTAL DE VISITAS

 
Copyright (c) 2010 ENFERMAGEM CONTINUADA. Design by WPThemes Expert

Themes By Buy My Themes and Direct Line Insurance.