Pages

LICENÇA

I- É terminantemente proibida a cópia total ou parcial das postagens neste blog.
II- Você pode citar trechos das postagens publicadas aqui desde que inclua um link de referencia ao blog "Enfermagem Continuada", dando os créditos de autoria a mim Enfª Ana Carolina Palmieri.
III- Lei 9610 - artigo 184 do Código Penal brasileiro.
Autora: Ana Carolina Palmieri (Enfermeira)

É uma via de administração, que consiste na aplicação de fármacos dentro do nariz. Evita o efeito de primeira passagem hepática. A mucosa nasal é considerada ineficiente na absorção de fármacos. As partículas de droga devem ser pequenas para que alcancem os pulmões.

Material:

  • Bandeja de inox.
  • Luvas de procedimento.
  • Medicação a ser administrada.
  • Pacote de gaze.
  • Papel higiênico.

Descrição da Técnica:
  • Lavar as mãos.
  • Reunir o material e levar ao leito do cliente.
  • Orientar o cliente e/ ou o acompanhante sobre o que será feito.
  • Calçar luvas de procedimento.
  • Orientar o cliente a assuar suavemente o nariz com o papel higiênico, caso não seja contra indicado.
  • Colocar o cliente em decúbito dorsal, elevado 45º com a cabeça ligeiramente inclinada para trás.
  • Apoiar a mão não dominante na testa do cliente, enquanto levanta a narina.
  • Segurar o frasco de medicação próximo ao nariz em direção ao septo nasal com a mão dominante.
  • Instilar o número de gotas indicado.
  • Retirar as luvas.
  • Orientar o cliente a permanecer na posição por 3-6 minutos.
  • Recompor a unidade e recolher o material.
  • Lavar as mãos.
  • Anotar procedimento em impresso próprio, no prontuário do cliente.

POSTAGENS POPULARES

TOTAL DE VISITAS

 
Copyright (c) 2010 ENFERMAGEM CONTINUADA. Design by WPThemes Expert

Themes By Buy My Themes and Direct Line Insurance.